Estrasburgo (França), 23 abr (EFE).- O Parlamento Europeu (PE), com sinal verde dos Governos da União, aprovou hoje a criação de um registro de agências de classificação de risco e outras medidas para reforçar a vigilância destas entidades, que acusa parcialmente pela crise financeira.

Esta medida pode ser tomada antes da dissolução da câmara para as eleições européias de junho.

A principal medida do pacote é a criação de um registro controlado pelo Comitê Europeu de Reguladores das Bolsas de Valores (CESR, na sigla em inglês), uma instituição que terá mais poder de supervisão.

Ele também aumenta as exigências para garantir que as agências contem com informação suficiente para emitir classificações e para evitar conflitos de interesses, dado que elas avaliam as mesmas entidades que pagam seus serviços.

Além disso, elas terão que publicar um relatório anual sobre suas atividades e divulgar quais são seus 20 clientes maiores clientes, em relação à renda que lhes proporcionam. EFE mvs/jp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.