Bruxelas, 28 fev (EFE).- A Comissão Europeia (órgão executivo da UE) aprovou hoje uma ajuda de emergência de 3 milhões de euros (R$ 7,4 milhões) para o Chile, atingido por um poderoso terremoto no sábado que deixou ao menos 300 mortos.

A decisão formaliza o anúncio feito ainda no sábado pelo presidente do Executivo do bloco, José Manuel Durão Barroso. Os fundos são administrados pelo Escritório Europeu de Ajuda Humanitária (Echo).

Nos próximos dias, a União Europeia pode aumentar a ajuda, como faz habitualmente em casos de catástrofes. EFE mvs/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.