O presidente da Comissão Européia, José Manuel Durão Barroso, anunciou em Pequim a assinatura de vários projetos científicos com a China, centrados nas energias limpas e no desenvolvimento duradouro.

A União Européia (UE) deve ajudar a China a desenvolver energias limpas e a reduzir as emissões poluentes, afirmou Barroso ao fim de um encontro com o primeiro-ministro chinês, Wen Jiabao.

Barroso ressaltou a importância de manter uma cooperação com a China sobre os problemas globais, como a mudança climática.

A UE também pretende formar especialistas chineses em energias limpas e renováveis, além da meta de desenvolver uma tecnologia e uma pesquisa comuns.

jg-frb/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.