UE adia reuniões para acordo com Rússia até retirada de tropas da Geórgia

Bruxelas, 1 set (EFE).- A União Européia (UE) decidiu hoje adiar as reuniões previstas com a Rússia para negociar um amplo acordo de cooperação até que o país retire suas tropas para as posições de 7 de agosto, quando começou o conflito com a Geórgia.

EFE |

"Enquanto a retirada de tropas às posições anteriores a 7 de agosto não ocorrerem, as reuniões para a negociação de um acordo de cooperação são adiadas", afirma a declaração final da cúpula.

No final de junho, UE e Rússia iniciaram as negociações para um amplo acordo de cooperação, após quase dois anos de atraso devido ao bloqueio de Polônia e Lituânia por diferenças bilaterais.

A próxima reunião de negociação estava prevista para os dias 15 e 16 de setembro em Bruxelas, mas a UE decidiu não realizá-la enquanto houver tropas russas na Geórgia.

"Esperamos uma aplicação completa do plano de seis pontos" negociado pela Presidência francesa da UE, por isso "adiamos, não suspendemos, novas reuniões visando ao acordo, e as retomaremos quando o plano for aplicado", explicou a chanceler alemã, Angela Merkel, em entrevista coletiva após a cúpula.

Além disso, a UE realizará uma "avaliação" do conjunto de sua relação com a Rússia, que será revista até a cúpula bilateral prevista para 14 de novembro em Nice (França).

"Todos os elementos da relação da UE com a Rússia serão examinados cuidadosamente", acrescentou Merkel.

"Esperamos que a Rússia se comporte de forma responsável, fiel ao conjunto de seus compromissos", disseram os 27 chefes de Estado e de Governo da UE em sua declaração final.

Eles também se mostram convencidos de que a Rússia "não têm interesse em se isolar da Europa", enquanto a UE "está disposta a cooperar", mas sempre de acordo com o respeito a seus valores básicos. EFE rcf/rb/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG