O presidente ucraniano, Viktor Yushenko, fixou nesta quinta-feira a data das próximas eleições legislativas para 7 de dezembro, depois de ter dissolvido o parlamento na véspera, mergulhando assim o país em uma nova crise.

O decreto presidencial foi publicado no site da presidência ucraniana.

Na véspera, Yushchenko, anunciou a dissolução do Parlamento, em seguida à ruptura da coalizão governamental pró-ocidental em setembro.

"Em conformidade com a Constituição ucraniana, interrompo os poderes do Parlamento e anuncio eleições parlamentares", disse Yushchenko em mensagem transmitida pela televisão.

A coalizão governamental foi quebrada em setembro, quando Yushchenko abandonou o partido em protesto contra a decisão da primeira-ministra, Yulia Timoshenko, de apoiar uma tentativa da oposição pró-russa de reduzir os poderes presidenciais.

ant-ao/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.