UA pede ao Executivo e à oposição do Zimbábue um Governo de unidade nacional

Sharm el-Sheikh (Egito), 1º jul (EFE).- A União Africana (UA) pediu hoje ao Executivo e à oposição do Zimbábue que iniciem um diálogo para o estabelecimento de um Governo de unidade nacional.

EFE |

A UA fez este pedido no comunicado final da cúpula de chefes de Estado do bloco, realizada no balneário egípcio de Sharm el-Sheikh.

O documento "encoraja o presidente Robert Mugabe e o líder do Movimento para a Mudança Democrática (MDC, em inglês), Morgan Tsvangirai, a honrarem seu compromisso de iniciar um diálogo com vistas à promoção da paz, da estabilidade e da reconciliação entre o povo do Zimbábue".

Na nota, a UA também demonstra seu apoio "à criação de um Governo de unidade nacional" como solução para a crise política zimbabuana, dada "a disposição dos líderes políticos" do país africano de voltarem à mesa de negociações.

Preocupado com a "violência e a perda de vidas" do Zimbábue, o bloco africano destacou ainda a importância de ser criado "um ambiente que conduza à democracia e ao progresso".

A UA divulgou o comunicado depois que os chefes de Estado africanos passaram várias horas reunidos em uma sessão a portas fechadas para tratar da crise zimbabuana, que dividiu os 53 países participantes. EFE ssa/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG