UA coordena criação de autoridade comum

Os dirigentes africanos, reunidos na cúpula da União Africana (UA) em Sirte (Líbia), chegaram a um acordo nesta sexta-feira para a criação de uma autoridade comum para coordenar as políticas de defesa e relações internacionais, mas sem os amplos poderes propostos por Muamar Kadhafi.

AFP |

A nova autoridade da UA substituirá a atual Comissão do bloco.

As principais atribuições da mesma serão coordenar a política externa e a política de defesa do continente.

Fontes afirmaram que os Estados da UA estão dispostos a renunciar a uma parte da soberania em favor da autoridade, mas o projeto não é o desejado pelo dirigente líbio Muamar Kadhafi, que apresentou um controverso projeto de "governo africano".

Kadhafi queria que a nova autoridade estivesse dotada de plena competência em termos de defesa e relações externas africanas, mas vários países não aceitaram a ideia.

Para entrar em vigor, a criação da autoridade terá que ser ratificada pelos Parlamentos dos 53 membros da UA.

A nova autoridade terá um presidente, um vice-presidente e secretários, que substituirão os atuais comissários da UA.

phv-ila/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG