Tzipi Livni pedirá mais tempo a Peres para formar governo israelense

A dirigente do partido Kadima, no poder em Israel, Tzipi Livni, pedirá nesta segunda-feira um prazo adicional de duas semanas ao presidente Shimon Peres para formar seu governo.

AFP |

As divergências com o partido religioso Shass (12 deputados) nã permitiu a Livni, também ministra das Relações Exteriores, formar um governo no período inicial de três semanas previsto por lei.

Para formar seu governo, Livni dispõe de um total de 42 dias divididos em dois períodos: um inicial de três semanas e outro de duas semanas, ao que é preciso somar todos os feridados judeus.

Se Livni não conseguir formar um governo serão convocadas eleições antecipadas.

bur-rb/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG