Tymoshenko rejeita resultado de eleições na Ucrânia

MOSCOU (Reuters) - Yulia Tymoshenko, candidata derrotada nas eleições ucranianas de domingo, jamais aceitará a legitimidade do vencedor Viktor Yanukovich como presidente do país, disse ela segundo um jornal local nesta terça-feira. Eu nunca reconhecerei a legitimidade da vitória de Yanukovich em tais eleições, disse a candidata derrotada e atual primeira-ministra segundo o jornal Ukrainska Pravda, em uma reunião com seu partido no fim da tarde de segunda-feira.

Reuters |

Tymoshenko instruiu seus advogados a se prepararem para contestar os resultados eleitorais no tribunal, segundo o site do jornal na Internet. Ela também sugeriu uma terceira rodada de votações, acrescentou o jornal.

Representantes de Tymoshenko não estavam disponíveis para comentar a informação do jornal.

O Ukrainska Pravda informou que alguns membros do partido de Tymoshenko não concordavam com ela, exigindo que ela reconhecesse a derrota, se retirasse do posto de primeira-ministra e fosse para a oposição.

Yanukovich, que venceu as eleições por uma margem de apenas 2,9 por cento com quase todos os votos apurados, também apelou para que Tymoshenko reconhecesse a derrota.

Observadores ocidentais declararam que as eleições foram livres e justas e atenderam aos padrões da democracia.

(Reportagem de Guy Faulconbridge)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG