mercenários - Mundo - iG" /

TV cubana diz que Bush está desesperado e incentiva mercenários

Havana, 10 mai (EFE).- A televisão cubana afirmou hoje que o presidente dos Estados Unidos, George W.

EFE |

Bush, está "desesperado", e o acusou de incentivar com videoconferências os "mercenários", como o Governo cubano denomina os dissidentes.

O noticiador da televisão cubana se referia a uma conversa de 45 minutos de Bush com três dissidentes da ilha, em 6 de maio.

"O tema Cuba continua entre as obsessões da Administração de George W. Bush. Recentes ações argumentam o desespero desse Governo diante do avanço da revolução cubana e a impotência por não poder destruí-la", disse o jornalistar, enquanto mostrava fotos e imagens de encontros de dissidentes com os representantes dos EUA na ilha.

O canal do Estado afirmou que as videoconferências são "um inovador método do Governo ianque e de seu Escritório de Interesses em Havana (Sina)" com o objetivo de "dar indicações e orientar os 'grupúsculos' contra-revolucionários em Cuba sobre como desenvolver suas atividades subversivas na ilha".

Afirmou que a conversa entre Bush e os dissidentes aconteceu no dia em que se completavam quatro anos do plano apresentado pela americana Comissão de Ajuda para uma Cuba Libre.

"Coincidindo com o aniversário do plano anexionista e fascista que pretendem impor para destruir a nação cubana, o próprio presidente dos EUA junto com sua secretária de Estado e outras pessoas dessa Administração, convocaram alguns de seus mercenários à Sina para incentivá-los em suas ações desestabilizadoras", disse.

EFE jlp/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG