Turquia propõe criação de entidade de segurança coletiva no Cáucaso

Tbilisi, 14 ago (EFE).- O primeiro-ministro da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, propôs hoje a criação de uma entidade de segurança coletiva para o Cáucaso que evite os conflitos armados e proteja as rotas energéticas nesta região.

EFE |

"Nossa iniciativa prevê criar uma organização internacional baseada nos princípios da OSCE cuja missão será garantir a segurança comum na região do Cáucaso", declarou Erdogan em entrevista coletiva conjunta com o presidente georgiano, Mikhail Saakashvili.

Ele explicou que esta organização de segurança e cooperação no Cáucaso poderia "prevenir as situações conflituosas na região" e ser garantidora da segurança dos fornecimentos energéticos.

O chefe do Governo turco, que anteriormente visitou Moscou, disse que apresentou sua iniciativa ao presidente russo, Dmitri Medvedev, que lhe expressou o interesse de seu país para a criação de tal entidade regional.

Erdogan expressou o apoio da Turquia à integridade territorial da Geórgia e sua preocupação pelos últimos fatos na Ossétia do Sul.

"Estamos dispostos a prestar socorro humanitário à população desabrigada pelo conflito", concluiu. EFE mv/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG