Turquia proíbe escaladas ao monte Ararat após seqüestro de três alemães

Ancara, 10 jul (EFE).- As autoridades turcas proibiram provisoriamente escaladas ao monte Ararat, após o seqüestro de três alpinistas alemães nessa área na terça-feira.

EFE |

Os três montanhistas, que integravam um grupo de 13 alemães, foram seqüestrados por cinco militares armados do ilegalizado Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) quando se encontravam em uma base da colina da montanha a 3.200 metros.

Mehmet Cetin, o governador da província onde fica o monte Ararat, disse que a zona está fechada aos visitantes e que esta decisão será revista após a libertação dos reféns alemães. EFE dt/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG