ANCARA (Reuters) - A polícia turca prendeu nesta quinta-feira cerca de 20 pessoas que foram ligadas a uma suposta tentativa de golpe para derrubar o atual governo, informou uma agência de notícias estatal. Entre os detidos estão militares da ativa e reserva. A operação policial fez parte de uma investigação sobre a rede Ergenekon, grupo de militantes de direita que promotores acusam de ter tentado derrubar o partido do premiê Tayyip Erdogan, afirmou a rede NTV.

A agência de notícias estatal Anatolian informou que as detenções ocorreram em oito cidades e que a operação policial ainda estava em curso.

Mais de 200 pessoas, incluindo generais da reserva, advogados e jornalistas, foram presos por ligação com o grupo Ergenekon.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.