Ancara, 28 abr (EFE).- Turquia e Síria começaram suas primeiras manobras militares conjuntas em sua fronteira comum, como mais um passo para intensificar sua cooperação, informa hoje a imprensa local.

Os exercícios de três dias, que começaram na segunda-feira, causaram mal-estar em Israel, e seu ministro da Defesa, Ehud Barak, os qualificou de "preocupantes".

O Exército turco disse que foram utilizadas unidades de Terra em uma região fronteiriça, e que seu objetivo é fortalecer "a amizade, a cooperação e a confiança" entre as forças militares de ambos os países.

Turquia e Síria estiveram à beira de uma guerra no final dos anos 90, até que o líder do ilegalizado Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), Abdullah Ocalan, foi capturado no Quênia em 1999.

O líder curdo tinha se refugiado na Síria, de onde foi expulso depois que o chefe do Exército turco ameaçasse o país vizinho com uma guerra.

As relações entre Turquia e Síria melhoraram paulatinamente desde 2002 e estas manobras são mais um passo para desenvolver sua cooperação em matéria de Defesa, assinalaram fontes militares turcas. EFE Dg/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.