Ancara, 19 ago (EFE).- Dois supostos militantes do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) morreram e seis policiais ficaram feridos na explosão hoje de um carro ao sul da Turquia, na estrada que liga as cidades de Mersin e Adana, durante a perseguição policial a um veículo suspeito.

Segundo a agência turca "Dogan", o incidente aconteceu por volta das 16h (10h de Brasília) a dez quilômetros da localidade de Mersin, quando um veículo que estava sendo perseguido pela Polícia explodiu, ao se aproximar de uma barreira colocada na estrada para bloquear a passagem.

Na explosão, morreram duas pessoas, que seriam os ocupantes do veículo perseguido, e seis agentes ficaram feridos.

Ainda não houve confirmação oficial, mas a imprensa turca afirmou que os ocupantes do carro pertenciam ao Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK). EFE Dt/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.