Turquia detém 20 acusados de arquitetar golpe contra Governo

Ancara, 22 jan (EFE).- Cerca de 20 pessoas foram detidas hoje na Turquia por envolvimento com uma rede ultranacionalista que pretendia derrubar o Governo islâmico moderado de Recep Tayyip Erdogan.

EFE |

Entre os detidos se encontra um jornalista, um líder sindical e o presidente de uma empresa de análise política, segundo informa a imprensa turca.

A operação aconteceu de forma simultânea em 13 províncias e um dos detidos mais famosos é o presidente do sindicato metalúrgico turco, Mustafa Ozbek, que é também proprietário do canal de televisão "Eurasia TV".

O canal local "NTV" assegurou que, além disso, foram detidos vários policiais e membros do Exército envolvidos na trama golpista, embora não se conheça ainda muitos detalhes sobre essa ação.

No total, foram detidas até agora mais de 200 pessoas por relação com essa suposta trama golpista, das quais 86 já estão sendo processadas.

Essa caça aos golpistas dividiu a sociedade turca, já que uma parte o considera um processo político contra a oposição, enquanto outros a qualificam de avanço no processo de democratização. EFE dt/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG