Turquia bombardeia regiões fronteiriças do Curdistão iraquiano

Suleimaniya (Iraque), 8 jul (EFE).- A artilharia turca bombardeou hoje zonas fronteiriças do norte do Iraque em um novo ataque contra as bases do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) em território iraquiano, segundo fontes oficiais curdas.

EFE |

O bombardeio foi efetuado por via aérea e a partir das posições que o Exército turco mantém na fronteira de seu país com o Curdistão iraquiano, mas não foram registradas vítimas.

O coronel Hussein Tamar, chefe da guarda fronteiriça na província de Duhok, no Curdistão iraquiano, assegurou em declarações à Agência Efe que o ataque começou em torno das 7h da manhã na hora local (1h, Brasília) e se prolongou durante uma hora na região de Hawryz.

Desde dezembro do ano passado, o Exército turco realiza incursões terrestres em aéreas sistemáticas no norte do país vizinho, onde supostamente estão refugiados os membros do PKK, grupo considerado terrorista por Turquia, a União Européia e Estados Unidos.

O Governo de Ancara calcula que cerca de dois mil rebeldes do PKK se escondem nas montanhas fronteiriças com o Iraque, na região autônoma do Curdistão iraquiano.

Espera-se que o primeiro-ministro turco, Recep Tayyip Erdogan, visite em breve o Iraque para se encontrar com autoridades locais e discutir as incursões militares turcas em território iraquiano, muito freqüentes nos últimos meses, mas sem conseqüências graves humanas nem materiais.

As autoridades do Curdistão iraquiano deram refúgio mais ou menos explícito aos guerrilheiros do PKK, o que criou alguns desencontros entre o Governo central de Bagdá e o de Ancara. EFE fm/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG