Ancara, 12 out (EFE).- A Turquia bombardeou hoje posições do grupo armado Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) no norte do Iraque, informou o Estado-Maior em comunicado publicado em seu site.

Segundo o comunicado militar, foram operações militares contra um comando do PKK composto por cerca de 300 militantes que no último dia 3 de outubro atacou o posto de vigilância fronteiriço de Akütün, causando a morte de 17 soldados.

Desde esse dia, aconteceram sete ataques além das fronteiras por parte da aviação turca, que assegura ter conseguido atingir um grupo de "altos oficiais" do PKK em seus refúgios do norte do país vizinho.

Como nos casos anteriores, o Exército não determinou exatamente os objetivos nem mencionou o número de vítimas ou possíveis danos materiais em seu ataque à zona montanhosa de Zap.

Segunda a nota, após o bombardeio os aviões turcos retornaram sem danos a suas bases.

Já a agência de notícias curda "Firat" informou que o alvo dos bombardeios foram as regiões do norte do Iraque, Rekan e Avashin, e que durante a operação várias aldeias civis foram afetadas.

Na quarta-feira passada, o Parlamento turco aprovou por grande maioria a ampliação por um ano da permissão ao Exército turco de realizar operações no Iraque contra as bases do PKK. EFE ll/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.