Turquia: ao menos 11 pessoas morrem em choque entre o PKK e o Exército

Ancara, 11 jul (EFE).- Pelo menos 10 membros do ilegal Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) e um guarda rural morreram hoje em enfrentamentos no sudeste da Turquia, informou a imprensa local.

EFE |

As forças de segurança turcas encontraram um grupo de guerrilheiros do PKK às 4h (22h de quinta-feira em Brasília) durante uma patrulha pelo monte Kato, na província de Sirnak.

Os combates começaram depois que os membros do PKK não quiseram se render, informou a agência "Anadolu".

Após o enfrentamento, o Exército desdobrou soldados no local, com a participação de aviões de combate e de helicópteros.

O PKK, uma organização considerada terrorista pelos Estados Unidos e a União Européia (UE), iniciou sua luta armada em 1984, para pedir a autodeterminação dos mais de 12 milhões de curdos que vivem na Turquia.

Desde então, calcula-se que mais de 35 mil pessoas morreram nos enfrentamentos. EFE Dt/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG