Turistas japonesas seqüestradas no Iêmen passam bem

O Ministério iemenita da Defesa confirmou em sua página na Internet que as duas turistas japonesas seqüestradas nesta quarta-feira já foram libertadas e, no Japão, o Ministério das Relações Exteriores anunciou que elas passam bem.

AFP |

Ambas foram capturadas por membros de uma tribo armada na região iemenita de Marib, junto com seu guia e com seu motorista, no sítio histórico de Marib Dam.

"As duas reféns foram libertadas", disse o xeque Mohamed Hassan bin Muaili, líder da tribo Muaili, à qual pertenciam os captores.

Os quatro foram feitos reféns por homens armados quando viajavam pela estrada que leva ao sítio histórico de Marib Dam, informou à AFP uma autoridade local que pediu para não ser identificada.

Os seqüestradores exigiam a libertação, por parte do governo do Iêmen, de um membro da tribo, identificado como Malek Ben Hassan Muaili, detido como suspeito de participação em um atentado com bomba, em 16 de abril, no qual três policiais morreram em Marib.

ak/sd/tt

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG