Turistas europeus são mortos na Etiópia

Segundo informações do governo, cinco turistas foram mortos e dois sequestrados em ataque de atiradores vindos da Eritreia

iG São Paulo |

Atiradores do norte da Etiópia atacaram um grupo de turistas europeus matando cinco, sequestrando dois e deixando outros dois feridos, informou uma autoridade etíope nesta quarta-feira. O ministro das Comunicações Bereket Simon disse que os atiradores vieram da vizinha Eritreia e atacaram o grupo de turistas na terça-feira. Segundo a agência AP, outros dois etíopes foram feitos reféns.

Leia também: Etiópia condena dois jornalistas suecos a 11 anos de prisão

Os turistas vinham da Áustria, Bélgica, Alemanha, Hungria e Itália, segundo Bereket, que não soube informar quais morreram e quais estavam feridos. O chanceler da Áustria confirmou que um austríaco estaria entre os cinco mortos. No entanto, a agência italiana Ansa, que cita fontes ministeriais, disse que nenhum italiano estava envolvido no ataque.

A Eritreia rejeitou a acusação de que treinou e armou os atiradores responsáveis pelo ataque. "Isso é patético, uma absoluta mentira. A Eritreia não tem nada a ver com nenhum destes movimentos", alegou o embaixador do país na União Africana, Girma Asmerom.

O Departamento Federal de Investigação Criminal da Alemanha (BKA) anunciou nesta quarta-feira o envio de vários agentes à Etiópia para investigar o assassinato dos turistas. Enquanto isso, o Ministério das Relações Exteriores alemão anunciou a criação de um gabinete de crise para se dedicar ao caso, sobre o qual existem "informações confusas", assinalou um porta-voz ministerial.

O próprio presidente do BKA, Jörg Ziercke, indicou em declarações à cadeia pública de televisão ARD que uma equipe de investigadores viajará ainda nessa manhã a Adis Abeba, e anunciou ainda o deslocamento à Etiópia de pessoal desdobrado no Quênia.

Quanto à autoria do ataque, Ziercke comentou que se presume que tenha sido obra de rebeldes, mas "devemos ser muito cautelosos e aguardar o resultado das investigações".

A televisão estatal da Etiópia informou na terça-feira que oito turistas foram alvos de ataques, mas o porta-voz da chancelaria austríaca informou que ao final da terça-feira dois grupos foram atacados, com um total de 22 pessoas.

Os turistas visitavam uma região vulcânica no norte da Etiópia, que fica abaixo do nível do mar e é conhecida por seu intenso calor e salinas pitorescas.

Com AP, Reuters e EFE

    Leia tudo sobre: etiópiaturistmoeuropamorteataqueeritreia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG