1.700 turistas chilenos que não puderam deixar o litoral de Santa Catarina e voltar a seu país natal após o terremoto de sábado começaram a fazer o caminho de volta nesta terça-feira em voos fretados. A previsão é de que o restante volte ao Chile até quarta-feira." / 1.700 turistas chilenos que não puderam deixar o litoral de Santa Catarina e voltar a seu país natal após o terremoto de sábado começaram a fazer o caminho de volta nesta terça-feira em voos fretados. A previsão é de que o restante volte ao Chile até quarta-feira." /

Turistas chilenos em Santa Catarina começam a retornar ao país

Pelo menos 700 dos http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2010/03/01/terremoto+deixa+quase+1700+turistas+chilenos+presos+no+brasil+9413140.html1.700 turistas chilenos que não puderam deixar o litoral de Santa Catarina e voltar a seu país natal após o terremoto de sábado começaram a fazer o caminho de volta nesta terça-feira em voos fretados. A previsão é de que o restante volte ao Chile até quarta-feira.

EFE |


Os primeiros turistas que voltaram para o Chile partiram do aeroporto Hercílio Luz, em Florianópolis, entre 2h30 e 8h15 (horários de Brasília).

Outros dois voos estão previstos para esta terça-feira. Ainda não se sabem quantos voos decolarão na quarta-feira, mas todos os chilenos devem poder retornar ao país até essa data.

A maioria dos chilenos tinha pacotes válidos até o final de semana passado, quando voltariam para seu país em voos fretados.


Coordenador de empresa de turismo do Chile tenta alocar
passageiros chilenos em Balneário Camboriú / AE

Segundo o cônsul do Chile em Porto Alegre, Guillermo Martínez, encarregado da assistência consular, o governo de Santa Catarina e a Prefeitura de Balneário Camboriú intermediaram acordos com os proprietários dos hotéis e de alguns restaurantes para atender os turistas.

"A situação é complicada porque, em geral, são pessoas que, como já estavam para voltar, estão com dinheiro limitado. Muitos já estão sem dinheiro e o consulado tem um orçamento limitado para ajudá-los", explicou o diplomata.

A Prefeitura de Balneário Camboriú declarou no domingo estado de vulnerabilidade temporário para poder ajudar os turistas com recursos públicos.

Os turistas dependiam da reabertura do aeroporto de Santiago para retornar ao Chile.

Também partiu nesta terça-feira rumo a Santiago um voo comercial com turistas chilenos que estavam desde sábado no aeroporto internacional Tom Jobim, no Rio de Janeiro, onde dezenas de chilenos ainda aguardam a normalização dos voos .


Leia também:

Leia mais sobre terremoto

    Leia tudo sobre: brasilchileterremototerremoto no chile

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG