Turistas capturados no Egito estão livres, diz ministro

O ministro do Exterior do Egito, Ahmed Aboul Gheit, anunciou nesta segunda-feira que um grupo de 19 turistas estrangeiros e egípcios, seqüestrado no sul do país, foi libertado e está são e salvo. O grupo, que incluía cinco alemães, cinco italianos e um romeno, tinha sido capturado nas imediações do planalto de Gilf al-Kebir, próximo da fronteira tríplice entre Egito, Líbia e Sudão na última sexta-feira.

BBC Brasil |

De acordo com o governo egípcio, o seqüestro foi um crime comum, sem motivação política.

Antes da libertação, representantes do governo disseram que estavam negociando com os seqüestradores, que exigiam o pagamento de um resgate de US$ 6 milhões.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG