Turistas americanos detidos no Irã se aproximaram demais da fronteira

Os três turistas americanos detidos na sexta-feira pelas autoridades iranianas haviam escalado uma colina que leva à fronteira com o Irã, apesar das advertências da polícia turística, afirmou neste sábado um alto funcionário do Curdistão iraquiano.

AFP |

"Quatro americanos, três homens e uma mulher, foram primeiro à Síria e depois à Turquia, antes de vir na terça-feira para o Curdistão", disse à AFP Bechro Ahmad, coordenador de imprensa dos serviços de segurança do Curdistão iraquiano.

"Passaram sua primeira noite em Erbil e se deslocaram na quarta-feira para Suleimaniyeh, onde se hospedaram no hotel Miwan", acrescentou.

Segundo outra fonte dos serviços de segurança, os turistas presos são Joshua Steel, Shane Bower e Sara Short. O quarto membro do grupo, Shaun Gabriel Maxwell, de 36 anos, oriundo da Califórnia, não seguiu os amigos porque ficou doente.

"Na quinta-feira, três deles foram à zona turística de Ahmad Awa (95 km a nordeste de Suleimaniyeh), e a polícia turística da região pediu a eles que não subissem a montanha, porque a fronteira iraniana estava perto demais", destacou Bechro Ahmad.

"Apesar das advertências, eles subiram a montanha, e depois chamaram seu amigo, que havia ficado em Suleimaniyeh para informá-lo que haviam sido presos por iranianos na fronteira. Em seguida, Shaun Maxwell alertou a embaixada americana em Bagdá", relatou o porta-voz dos serviços de segurança curdos.

Procurado pela AFP neste sábado, um porta-voz da embaixada dos Estados Unidos declarou que "ouvimos estas informações e estamos investigando, mas não podemos confirmar nada neste momento".

A televisão estatal iraniana, que não cita fontes, afirmou por sua vez que "três militares americanos estavam desaparecidos na região fronteiriça entre Irã e Iraque. Se desconhece a razão da presença destes militares americanos".

Na sexta-feira, porém, um representante do Pentágono indicou que nenhum membro do exército americano estava envolvido no incidente.

Leia mais sobre Irã

    Leia tudo sobre: irã

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG