O bilionário americano Charles Simonyi aterrissou com segurança a bordo da nave espacial russa Soyuz nesta quarta-feira, depois de uma viagem de 11 dias à Estação Espacial Internacional (EEI). Junto com ele estavam o cosmonauta russo Yuri Lonchakov e o astronauta americano Michael Fincke, que passaram seis meses na EEI.

Segundo a Nasa, a agência espacial americana, os três estavam em "boa saúde" após a reentrada da Soyuz na atmosfera e a aterrissagem da nave no Cazaquistão, às 11h16 (hora local, 4h16 em Brasília).

Esta é a segunda vez que Simonyi, um ex-executivo da Microsoft, viaja à EEI. Ele é o único turista espacial do mundo a repetir a viagem. Ele pagou US$ 35 milhões para participar da missão.


Cápsula aterrissou no Cazaquistão / AP

Por enquanto, ele deve ser o último turista a visitar a EEI, já que a Rússia e os Estados Unidos planejam aumentar o número de tripulantes na Estação de três para seis, de forma que não haverá espaço para outros visitantes.

A Soyuz havia sido lançada ao espaço no dia 26 de março.

Leia mais sobre turismo espacial

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.