Turista americano já está na Estação Espacial Internacional

O turista espacial americano, Charles Simonyi, e os demais membros da nave Soyuz subiram a bordo da Estação Espacial Internacional (ISS), depois de um acoplamento manual por causa de uma avaria, anunciou o centro de controle de vôos espaciais (TSOUP).

AFP |

Os três homens - o astronauta americano Michael Barratt, o russo Guennadi Padalka e Simonyi- entraram às 16H30 GMT na ISS, tendo sido recebidos pelo americano Michael Fincke e o cosmonauta Yuri Lontchakov, segundo as agências russas.

Horas antes o foguete Soyuz se acoplou manualmente à ISS, depois de desconectado o piloto automático por um problema em um motor.

"Houve uma falha em um dos motores que o computador de bordo considerou importante e que afastava a Soyuz da ISS à velocidade de um metro por segundo", declarou, citado pela agência Ria Novosti, um dos dirigentes do TSOUP, Vladimir Soloviov.

"O comandante (de voo) estimou que o motor funcionava normalmente e o autorizamos a aproximar-se de forma manual (da ISS), o que fez com sucesso", acrescentou.

O turista espacial americano de origen húngara, Charles Simonyi, pagou 35 milhões de dólares por passar suas segundas férias a bordo da ISS, depois de uma primeira estada há alguns anos que lhe custou dez milhões de dólares a menos.

Permanecerá a bordo 12 dias e deixará a ISS no dia 7 de abril, junto com Fincke e Lontchakov, para regressar à Terra.

Simonyi, Michael Barratt e o comandante de vôo, Guennadi Padalka, decolaram quinta-feira a bordo da nave Soyuz TMA-14 da base espacial russa de Baikonur, no Cazaquistão.

alf/mfo/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG