Turismo cai 7,7% no mundo nos primeiros dois meses de 2009 (OMT)

O número de turistas internacionais caiu 7,7% nos primeiros dois meses deste ano em relação a 2008, disse nesta terça-feira a Organização Mundial do Turismo (OMT), que atribuiu esta queda à crise econômica mundial.

AFP |

"Continuamos vivendo uma situação na qual a profundidade e a duração do atual desafio econômico são indefinidas", disse em entrevista à imprensa em Madri o secretário geral da OMT, Taleb Rifai, que manteve as previsões de uma queda de 2% nos desembarques internacionais de turistas para 2009.

A crise é o principal motivo de preocupação da OMT, à qual se juntou o impacto da epidemia de gripe suína declarada no México, embora Rifai tenha considerado muito cedo para calcular o impacto que este novo problema terá sobre o turismo.

"Qualquer tentativa de avaliar o impacto da gripe sobre o turismo como fator em si não é realista", acrescentou Rifai, elogiando a gestão da crise realizada pelas autoridades mexicanas em termos de informação.

"Todos os destinos do mundo sofreram a queda da demanda nos maiores mercados emissores afetados pela crise econômica", segundo a OMT, que constatou uma queda de desembarques de turizsas em todo o mundo exceto na América Central e do Sul, o norte da África e a África Subsaaariana.

Os desembarques de turistas nos países da América do Sul nos dois primeiros meses do ano cresceram 3,9% em relação ao mesmo período do ano passado, enquanto na América Central subiram 2,8%.

Os destinos europeus e da Ásia-Pacífico foram muito afetados pela queda da chegada de turistas internacionais com uma queda de 8,4% para a Europa em 2009 e de 6,7% para a região asiática.

Especialmente acusadas foram as quedas da Europa meridional e mediterrânea (-10,5% até março), assim como o sul da Ásia (-14,6% no primeiro trimestre).

gr/lm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG