Turco corta nariz e orelhas da mulher após prisão por maus-tratos

Ancara, 16 mar (EFE).- Um turco cortou o nariz e as orelhas da mulher como vingança por ter sido denunciado por maus-tratos e ficado três meses preso.

EFE |

Todos os meios de comunicação turcos noticiaram hoje esse novo caso de violência contra a mulher. Segundo a imprensa, o agressor, um açougueiro de profissão, desfigurou a esposa assim que deixou a prisão onde cumpriu pena por maltratá-la.

O acusado levou a mulher até a margem de um rio na cidade de Bingol (sudeste). No local, ele mergulhou várias vezes a cabeça dela na água. Ao mesmo tempo, agredia-a verbalmente por ter sido denunciado.

Depois, ele pegou uma faca, cortou o nariz e as orelhas da mulher e fugiu.

A esposa foi levada para um hospital e teve o rosto reconstituído por cirurgiões plásticos. Já o marido violento foi detido e mandado de volta para prisão.

Segundo as autoridades turcas, a cada três minutos uma mulher é vítima de maus-tratos no país. Os casos de violência brutal dentro de casa são frequentes no sudeste do país, onde as relações de caráter quase feudal ainda são dominantes Estudos sociológicos chegam a indicar que a taxa de tentativas de suicídio nas regiões sul e sudeste da Turquia, onde se concentra a população curda do país, é até sete vezes maior entre as mulheres do que entre os homens. EFE Dt/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG