Tumulto em celebração religiosa deixa mortos no Mali

Ao menos 30 morreram e 70 ficaram feridos em tumulto em estádio da capital Bamako, em festa muçulmana

AFP |

Ao menos 30 pessoas morreram nesta segunda-feira e 70 ficaram feridas em um tumulto no estádio Modibo Keita de Bamako, capital do Mali, durante a pregação de um célebre imame malinês.

De acorod com um funcionário do Ministério do Interior, há 27 mulheres entre os mortos.

O incidente ocorreu quando a multidão tentava tocar o imã Ousmane Madani Haïdara, que terminava sua pregação por ocasião da festa muçulmana do Maouloud, que celebra o nascimento de Maomé.

As mulheres estavam na frente e foram esmagadas quando a multidão avançou para tentar tocar Haïdara ao fim da pregação, explicou uma testemunha.

Os socorristas da Defesa Civil chegaram rapidamente ao local e foram ajudados pelos serviços de emergência da vizinha cidade de Kati, a cerca de 15 km da capital malinesa.

Os feridos foram levados ao hospital Gabriel Touré, o principal de Bamako.

    Leia tudo sobre: malicelebração religiosamaomémortosmuçulmanos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG