Túmulo de ex-tratador ganhará estátua de Knut

O ex-tratador do urso Knut, que sofreu morte súbita na Alemanha em setembro, terá uma estátua do animal instalada em seu túmulo. Desde que Thomas Dorflein faleceu, milhares de pessoas já passaram pelo cemitério para pagar tributos ao homem que se dedicou a cuidar do ursinho rejeitado pela mãe, em dezembro de 2006, no zoológico de Berlim.

BBC Brasil |

A mãe de Dorflein disse que em três meses a sepultura ganhará uma lápide e a família encomendará a estátua de um urso e de um lobo, com um metro de altura.

"Eu venho visitar o Thomas todos os dias", disse Erika Doerflein, de 71 anos, à revista Bild.

"Todas essa flores, fotos e cartões me ajudam a me recuperar desta perda."
Thomas Dorflein, de 44 anos, foi encontrado morto em seu apartamento em Berlim no fim de setembro. Uma perícia concluiu que ele sofreu um ataque cardíaco, descartando a possibilidade de crime.

O tratador ganhou a admiração de muitos alemães depois de alimentar o urso polar durante 150 dias.

O drama do animal comoveu multidões e atraiu atenção da mídia internacional. Knut chegou a ser capa da prestigiada revista Vanity Fair.

Dorflein dormia em um colchonete ao lado do urso para alimentá-lo com uma mamadeira.

"Quando Knut era ainda um ursinho, Thomas tocava músicas do Elvis no violão para ele", relembra a mãe.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG