Tufão paralisa capital das Filipinas

Um tufão paralisou, nesta sexta-feira, a capital das Filipinas, Manila, assolada por gigantescas inundações, anunciaram os serviços de emergência locais, destacando que milhares de pessoas foram deslocadas.

AFP |

AP

Pessoas usam isopor para se transportar nas águas da inundação

A tempestade tropical, batizada Molave, atingiu, na noite desta sexta-feira (horário local), as ilhas Batan, perto de Taiwan, antes de ser elevada pelos serviços meteorológicos à categoria de tufão, com ventos de 95 km/h.

O rio Marikina, que transbordou, ameaça os bairros da parte leste da capital. Escolas, escritórios e até a Bolsa de Manila foram fechados. Alguns voos domésticos foram suspensos.

AP

Garoto transporta cachorro em isopor nas águas
que inundaram as ruas após fortes chuvas

Os serviços da proteção civil em Manila anunciaram que duas pessoas estão desaparecidas, e que mais de 4 mil foram evacuadas diante da subida das águas dentro e em volta da metrópole de 12 milhões de habitantes.

Os dois desaparecidos seriam uma criança de nove anos em San Mateo (leste de Manila) e um homem em Imus (sul de Manila).

Os serviços meteorológicos advertiram que até 20 cm de chuva podem cair sobre o norte do país nas próximas 24 horas, provocando transbordamentos súbitos e deslizamentos de terra.



Leia mais sobre tufão

    Leia tudo sobre: desaparecidosfilipinastufão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG