Tufão Morakot causa mais destruição na China

Pelo menos seis blocos de apartamentos desabaram depois de um deslizamento de terra na cidade de Pengxi, no leste da China, após a passagem do tufão Morakot pela região, segundo informações da mídia local. De acordo com a agência estatal de notícias Xinhua, o deslizamento teria soterrado vários moradores, mas o governo não informou o total de possíveis vítimas.

BBC Brasil |

Ainda segundo a agência, seis pessoas foram retiradas vivas dos escombros, uma delas em estado grave.

O deslizamento teria sido provocado pela chuva "torrencial e intermitente" trazida pelo tufão Morakot.

A China foi atingida pelo tufão Morakot no domingo à tarde, forçando a saída de cerca de 1 milhão de pessoas das áreas costeiras nas províncias de Zhejiang e Fujian.

De acordo com a Xinhua, pelo menos três pessoas morreram em decorrência de deslizamentos no país. Outra pessoa estaria desaparecida.

A tormenta destruiu mais de 2 mil casas e fez transbordar um dos principais rios da região.

Taiwan
Em Taiwan, centenas de pessoas continuam desaparecidas no vilarejo de Shiao Lin, no sul da ilha, isolado pela passagem do tufão Morakot no domingo.

A passagem do tufão provocou deslizamento de terra de uma montanha, que soterrou diversas casas na região e bloqueou as estradas de acesso.

Autoridades locais afirmam que resgataram cerca de 50 pessoas, mas estimam que aproximadamente 700 continuem presas nos destroços.

Até o momento, a passagem do tufão Morakot por Taiwan já causou 37 mortes confirmadas e outros 35 feridos.

Os tufões são frequentes na Ásia entre julho e setembro.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG