Tufão Megi chega ao sul da China e causa cancelamento de voos

Megi, que causou estragos e mortes em Taiwan, perdeu força ao chegar à província de Fujian neste sábado

Reuters |

Um tufão inicialmente considerado um dos piores da China nos últimos 50 anos enfraqueceu ao chegar no sábado à província de Fujian, no sul do país. Megi chegou à costa às 2h55 (horário de Brasília), na cidade de Zhangzhou, no sudeste da China.

O principal aeroporto da cidade de Xiamen cancelou 79 voos no sábado devido à passagem do tufão. O comunicado do aeroporto não informou se os trechos cancelados eram nacionais ou internacionais.

AFP
Tufão Megi enfraqueceu ao chegar à China neste sábado
O tufão Megi chegou à China depois de causar deslizamentos de terra e deixar 11 mortos em Taiwan. Uma inundação no leste taiuanês deixou nove mortos. Cerca de 26 pessoas, entre elas alguns turistas chineses, ainda estão desaparecidas, informaram autoridades da ilha.

Ondas produzidas pelo tufão causaram na sexta-feira o fechamento do maior porto de Taiwan, o Kaohsiung, depois de uma série de portos e terminais petrolíferos no sul da China terem interrompido suas operações.

O Megi, que na época tinha a categoria de supertufão, atingiu a principal ilha das Filipinas nesta semana, deixando ao menos 26 mortos e destruindo plantações, incluindo colheitas de arroz e milho.

Os tufões atingem regularmente China, Taiwan, Filipinas e Japão no segundo semestre do ano.

    Leia tudo sobre: MUNDOCLIMACHINATUFAO

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG