Tufão "Meari" provoca duas mortes na Coreia do Sul

Antes de chegar à Coreia, o tufão provocou 13 mortes no Vietnã e deixou 15 desaparecidos nas Filipinas

EFE |

O tufão "Meari" chegou neste domingo à Coreia do Sul com ventos de até 90 km/h e fortes chuvas, que causaram a morte de duas pessoas, segundo informações do serviço de emergências do país.

Um membro de uma equipe de resgate morreu durante uma operação de busca, enquanto um adolescente de 15 anos perdeu a vida afogado, ao ser arrastado por um corrente de água no sudeste do país.

As fortes chuvas elevaram o nível do rio Han em Seul. Diante das inundações e fortes ventos, as autoridades aumentaram o alerta para a população.

Até o momento, não houve cancelamento de voos no aeroporto de Incheon, o maior do país. No sábado, a ilha sul-coreana de Jeju já havia sofrido os efeitos do "Meari", que provocou corte de energia elétrica durante horas e o cancelamento de dezenas de voos, segundo a agência de notícias sul-coreana "Yonhap".

As autoridades temem que as precipitações do tufão se somem às chuvas de até 330 milímetros que já caíram em todo o país ao longo da última semana, alagando plantações e provocando a queda de uma ponte no rio Nakdong (sudeste).

A agência meteorológica sul-coreana informou que o centro do tufão, que se desloca a cerca de 35 km/h, se dirige rumo ao norte pelo Mar Amarelo e chegará à Coreia do Norte. As previsões indicam que o fenômeno passará sobre a cidade norte-coreana de Sinuiju, na fronteira com a China, nas primeiras horas de segunda-feira.

Essa cidade já foi afetada no ano passado por graves inundações, que obrigaram a evacuação de milhares de pessoas e causaram inúmeros danos materiais. As autoridades norte-coreanas lançaram uma campanha nacional para prevenir os danos derivados das fortes chuvas, segundo a agência de notícias estatal "KCNA".

A Coreia do Norte é ainda mais vulnerável às enchentes porque sofre um maior índice de desmatamento, o que aumenta os riscos de deslizamentos de terra. Antes de chegar à Península da Coreia, o "Meari" provocou 13 mortes no Vietnã e deixou 15 desaparecidos nas Filipinas.

    Leia tudo sobre: MEARICOREIA DO SUL

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG