Um homem de 66 anos foi atacado mortalmente nesta sexta-feira por um tubarão branco em uma popular praia de surfistas em San Diego, extremo sul da Califórnia (oeste dos Estados Unidos), anunciou o Departamento de Polícia.

A vítima, identificada como Dave Martin, era um veterinário aposentado, de 66 anos, em excelente condição física, graças à sua paixão pelo triatlo, e que estava nadando com um grupo de amigos, quando foi atacado.

Um membro do grupo "ouviu um grito de socorro" e ajudou a arrastar a vítima até a margem, detalhou o salva-vidas Craig Miller. Segundo diferentes fontes, a vítima morreu muito rápido.

O ataque do animal foi registrado às 7h20 (11h20 de Brasília), em Solana Beach, uma praia no norte de San Diego, 200 km ao sul de Los Angeles, freqüentada por fãs dos esportes náuticos, segundo uma fonte policial.

"Um grande tubarão branco atacou um homem que tinha sérios ferimentos nas duas pernas", relatou, em uma coletiva de imprensa, o oficial Dismas Abelman, do Departamento de Bombeiros de Solana Beach.

No sul do Pacífico da Califórnia, são raros os ataques de tubarões, que costumam acontecer nas praias do norte do estado, perto de São Francisco. Nos EUA, esse tipo de incidente ocorre, mais freqüentemente, nas águas mais quentes da Flórida (sudeste).

Richard Rosenblatt, porta-voz do Instituto Scripps de Oceanografia, que examinou o corpo, estimou que o tubarão media entre 3,5 e 5 metros.

"Muito raramente vemos tubarões, muito menos ataques de tubarões", comentou o salva-vidas de Solana Beach. "Isso é algo raro nessa área", insistiu.

O último ataque mortal registrado no condado de San Diego data de 1959, de acordo com o Museu de História Natural da Flórida.

pb/fb/tt/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.