Tsvangirai deixa Embaixada holandesa no Zimbábue

Bruxelas, 1 jul (EFE).- O líder da oposição do Zimbábue, Morgan Tsvangirai, deixou a Embaixada holandesa na capital do país, Harare, onde tinha se refugiado em 22 de junho, confirmou hoje à Agência Efe um porta-voz do Ministério de Assuntos Exteriores holandês.

EFE |

"Tsvangirai voltou ontem para sua casa, para retomar sua vida e trabalho, e esta manhã passou pela Embaixada para recolher seus pertences e expressar sua gratidão", explicou o porta-voz.

A Embaixada mantém contatos com o líder da oposição, e o ministro de Assuntos Interiores holandês, Maxime Verhagen, declarou que ele será bem recebido caso que queira voltar.

"A Holanda ofereceu refúgio a Tsvangirai por razões humanitárias, porque temia por sua vida (...) se em algum momento ele precisar voltar, nós voltaremos a recebê-lo", disse Verhagen.

Tsvangirai, que venceu o primeiro turno das eleições de 29 de março, decidiu refugiar-se na Embaixada holandesa após anunciar sua retirada do segundo turno como conseqüência da onda de repressão contra seus seguidores. EFE vl/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG