Tsunami deixa ao menos 28 mortos no arquipélago de Samoa

Ao menos 28 pessoas morreram devido a um forte terremoto, seguido de tsunami, que atingiu na manhã desta terça-feira o arquipélago de Samoa, no pacífico sul, segundo a Cruz Vermelha e os meios de comunicação locais.

AFP |

"Estamos a caminho da costa sul, onde nossos homens disseram que há 11 mortos e ouvimos no rádio a respeito de outros três," disse à AFP o secretário-geral da Cruz Vermelha em Samoa, Talutala Mauala.

"Há também alguns feridos. Não saberemos a extensão total dos estragos até chegarmos lá e vermos por nós mesmos."

A rádio KSBS-FM indicou que pelo menos 14 pessoas foram mortas nas regiões de Poloa, Asili, Pago Pago e Leone, na Samoa Americana.

Já a delegada de Samoa no Congresso em Washington disse que o tsunami "devastou" o território americano no arquipélago, matando 20 pessoas e deixando milhares de pessoas desabrigadas.

O arquipélago é formado por Samoa, um país membro da Comunidade Britânica, e a Samoa Americana, território dos Estados Unidos.

Segundo David Dolphin, diplomata neozelandês em Ápia, capital de Samoa, há centenas de pessoas desaparecidas no arquipélago.

A maior parte de estragos parece ter sido registrada no sul de Samoa, atingido por ondas de seis a oito metros, informaram diversas fontes.

Segundo uma rádio da Nova Zelândia, várias aldeias foram destruídas pelo tsumani e muitas pessoas permanecem desaparecidas.

O terremoto, de 8 graus de magnitude, ocorreu às 06H48 (14h48 Brasília), segundo o Instituto Geofísico dos Estados Unidos (USGS), gerando tsunami no Pacífico Sul.

O epicentro do terremoto foi localizado 200 km a sudoeste de Ápia, precisou o Instituto Geofísico americano (USGS).

O alerta de tsunami emitido para uma ampla faixa do Pacífico após o terremoto foi suspenso, anunciou o centro de alertas de tsunami do Pacífico, com sede nos Estados Unidos.

cf/cn/dm/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG