TSE multa Lula em R$ 5 mil por propaganda eleitoral antecipada

Brasília, 18 mar (EFE).- O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) multou hoje o presidente Luiz Inácio Lula da Silva em R$ 5 mil por propaganda eleitoral antecipada a favor da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, pré-candidata do PT à Presidência.

EFE |

Os advogados de Lula recorrerão da decisão, que foi tomada por Joelson Dias, ministro auxiliar do TSE. Enquanto o recurso não for julgado, o presidente não será obrigado a pagar a multa.

Segundo uma nota publicada no site do TSE, a decisão corresponde a parte de um pedido do PSDB, para quem a multa deveria ter sido aplicada sobre Lula e Dilma.

Esta é a primeira multa aplicada pelo TSE relativa às eleições de outubro.

De acordo com a representação do PSDB, a propaganda antecipada teria ocorrido em maio do ano passado, quando Lula e Dilma participaram do ato de inauguração de obras na favela de Manguinhos, no Rio de Janeiro, feitas com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

De acordo com a decisão do TSE, Lula teria incorporado "seu próprio discurso à aclamação do nome" de Dilma depois que pessoas presentes ao evento gritaram o nome da ministra.

"Eu espero que a profecia que diz que a voz do povo é a voz de Deus esteja correta neste momento", disse o presidente, segundo o texto do processo, após parte do público mencionar o nome de Dilma no evento em Manguinhos.

A propaganda eleitoral só começa oficialmente a partir do dia 5 de julho. EFE ed/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG