Tropas russas permanecerão por muito tempo na Ossétia do Sul e Abkházia

As tropas russas permanecerão por muito tempo nas regiões separatistas georgianas da Abkházia e Ossétia do Sul, com o objetivo de impedir novas hostilidades, afirmou o ministro russo das Relações Exteriores, Serguei Lavrov.

AFP |

"Ficarão muito tempo. Ao menos no futuro imediato é absolutamente necessário, para evitar que se repitam ações militares", afirmou Lavrov à imprensa em Moscou.

A Rússia assinará em breve acordos sobre a presença de suas tropas nas duas províncias, acrescentou Lavrov.

Além disso, o chanceler destacou que Abkházia e Ossétia do Sul deveriam participar "plenamente" nas negociações internacionais do próximo mês em Genebra sobre a segurança na região.

"Durante as conversações de segunda-feira em Moscou, afirmamos claramente que Ossétia do Sul e Abkházia deveriam ter um lugar pleno na mesa de negociação".

O presidente russo, Dmitri Medvedev, e seu colega francês, Nicolas Sarkozy, cujo país preside atualmente a União Européia, concordaram na segunda-feira com a idéia de conversações internacionais sobre a segurança e a estabilidade nos dois territórios separatistas a partir de 15 de outubro em Genebra, dentro do plano de paz para a Geórgia negociado em agosto.

vl/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG