Tropas israelenses ferem sete palestinos, dizem médicos

ATARA, Cisjordânia (Reuters) - Tropas israelenses feriram sete palestinos durante um confronto nos territórios ocupados da Cisjordânia nesta segunda-feira, informaram fontes médicas palestinas. Palestinos disseram que os soldados atiraram contra os manifestantes, mas o Exército israelense negou a afirmação, dizendo que foram usadas medidas para dispersar a multidão.

Reuters |

Tensões entre palestinos e israelenses, que ocupam a Cisjordânia desde 1967, escalaram nas últimas semanas depois da decisão do governo israelense de incluir sítios religiosos da Cisjordânia no plano nacional de patrimônio judaico.

As fontes médicas disseram que dois homens foram atingidos por balas durante os confrontos no posto de controle de Atara, ao norte de Ramallah. Um porta-voz do Exército israelense negou as informações de testemunhas e assistentes médicos de que soldados haviam atirado contra os manifestantes.

Os palestinos marcharam para o posto de controle a partir da Universidade de Birzeit, próximo ao local. Dezenas dos manifestantes atiraram pedras contra os soldados.

Um porta-voz do Exército israelense disse que um soldado ficou levemente ferido.

"As forças de segurança estão respondendo com medidas de dispersão de multidão. Definitivamente não houve tiros", disse ele.

A divulgação na semana passada dos planos de Israel para construir novas casas de assentamento na Jerusalém Oriental, que os palestinos querem como a capital de seu Estado, também contribuiu para aumentar a tensão.

Citando preocupações de segurança, Israel proibiu palestinos sem residência em Jerusalém de atravessarem para a cidade a partir da Cisjordânia até terça-feira.

(Reportagem da redação em Ramallah)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG