Tropas internacionais matam 30 talibãs no Afeganistão

Cabul, 10 jun (EFE).- Pelo menos 30 supostos talibãs, entre eles um líder rebelde, morreram em uma operação das forças internacionais e afegãs na província de Uruzgan, no sul do país, informou hoje à Agência Efe uma fonte policial.

EFE |

O chefe da Polícia de Uruzgan, Juma Gul Hemat, explicou que a ofensiva, ainda em andamento, é destinada a trazer a "segurança" a várias regiões da província com forte presença talibã perante a proximidade das eleições presidenciais de agosto.

A Polícia e o Exército do Afeganistão, apoiados pelas tropas internacionais, mataram 30 fundamentalistas durante os combates registrados desde ontem, segundo Hemat.

O chefe policial não pôde esclarecer se foram as tropas da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) ou da coalizão liderada pelos Estados Unidos as responsáveis pela ofensiva, embora as forças americanas estejam acostumadas a atacar os fundamentalistas em Uruzgan.

Ontem dois policiais morreram e três ficaram feridos na explosão de uma mina na província.

O Ministério da Defesa afegão informou hoje também sobre a morte de outros cinco insurgentes pelas tropas do Afeganistão, dessa vez na região norte.

As tropas internacionais, especialmente a coalizão liderada pelos EUA, fazem frequentes ofensivas junto às forças afegãs no sudeste do país, onde os talibãs e outros grupos fundamentalistas com laços com paquistaneses têm maior presença. EFE lo/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG