Tropas ficam sob fogo vindo da Jordânia, diz Exército de Israel

JERUSALÉM - Tropas israelenses ficaram sob fogo vindo de território jordaniano na região da fronteira com a Jordânia na terça-feira, informou o Exército israelense. A informação foi rapidamente negada pela Jordânia.

Reuters |

"Tropas ficaram sob fogo vindo do lado jordaniano da fronteira. Não estava claro quem eram os atiradores", disse uma porta-voz militar israelense sobre o incidente, que acontece no 18º dia da ofensiva israelense em Gaza. Ninguém ficou ferido, segundo ela.

As tropas, que faziam patrulhamento na área de fronteira com a Jordânia, no sul de Israel, revidaram, segundo a porta-voz.

A agência de notícias jordaniana Petra disse: "Uma fonte militar do Comando Geral das Forças Armadas jordanianas negou... que tiros tenham sido disparados do lado jordaniano da fronteira oeste, afirmando que não existe verdade nessa informação".

No domingo, tropas israelenses nas Colinas de Golã, ficaram sob fogo vindo da Síria.

Acordo de paz

A Jordânia assinou um acordo de paz com o Estado judeu em 1994, tornando-se o segundo Estado árabe a fazer isso. O primeiro foi o Egito.

A maioria dos 5 milhões de cidadãos jordanianos é de origem palestina. Eles ou seus parentes foram expulsos ou fugiram para a Jordânia em meio aos combates que se seguiram à criação de Israel em 1948.

Milhares de jordanianos foram às ruas protestar contra as operações militares israelenses contra militantes do Hamas na Faixa de Gaza. Ao menos 925 palestinos já morreram nos ataques.

A polícia de fronteira de Israel abriu uma investigação sobre o caso.

Leia também

Vídeos

Opinião

Leia mais sobre: Oriente Médio

    Leia tudo sobre: israeljordânia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG