Tropas etíopes cruzam fronteira da Somália e ocupam cruzamento estratégico

Mogadíscio, 19 mai (EFE).- Tropas etíopes cruzaram hoje a fronteira com a Somália e ocuparam o estratégico cruzamento de estradas de Kalabeyr, disseram testemunhas à Agência Efe.

EFE |

Uma unidade móvel do Exército etíope, com cerca de 20 caminhões e tanques, foi vista na encruzilhada de Kalabeyr, no oeste do país, que liga o norte com o sul e o centro da Somália, e também com o território de Ogaden.

As testemunhas acrescentaram que um grupo de milicianos das forças de um "senhor da guerra" local acompanhava as tropas etíopes, que ocuparam a zona que vai da cidade fronteiriça de Feerfeer ao cruzamento de Kalabeyr.

Além do cruzamento de Kalabeyr, a imprensa local afirmou que tropas etíopes entraram também nas zonas fronteiriças somalis de Jawiil, Dheeman e Qurac Raamoole, mas estas informações não foram confirmadas por testemunhas.

A entrada das tropas etíopes - quatro meses após sua retirada, em janeiro passado - na Somália, onde apoiaram durante dois anos o anterior governo de transição, provocou a condenação dos grupos radicais islâmicos que lutam para derrubar o atual Executivo, liderado por Sharif Sheikh Ahmed.

Sheikh Hassan Dahir Aweys, líder de um dos grupos radicais contrários ao Governo, disse à Efe, por telefone, que "a Etiópia realizou uma agressão ao atravessar nossa fronteira e violar nossa soberania".

Para Aweys, as tropas etíopes tentam apoiar o Governo do presidente Sheikh Sharif Sheikh Ahmed "quando está derrotado no campo de batalha", e advertiu às autoridades de Adis-Abeba que "lembrem experiências passadas e saibam que não podem invadir a Somália". EFE ai/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG