Tropas brasileiras vão população do Haiti; instalações da ONU atingidas

Rio de Janeiro, 12 jan (EFE).- O sismo que sacudiu hoje o Haiti causou danos materiais em algumas instalações utilizadas pela Força de Paz das Nações Unidas, liderada pelo Brasil, que convocou seus militares para ajudar à população, informaram fontes militares.

EFE |

As forças brasileiras só estarão em condições de avaliar a gravidade dos danos materiais sofridos amanhã, informou o comandante do Exército, o general Enzo Martins Peri, em comunicado.

Na mesma nota, o ministro da Defesa, Nelson Jobim, orientou aos militares do país no Haiti que "façam todo o esforço possível" para diminuir o sofrimento da população local por esta catástrofe.

A Força da ONU conta com cerca de 6.700 militares de 17 países, dos quais 1.266 são brasileiros. O grupo já participou do socorro às vítimas dos furacões que atingiram o Haiti em 2004 e em 2008.

O terremoto, de sete graus da escala Richter, aconteceu às 19h53 (horário de Brasília) e o epicentro estava 15 quilômetros a sudoeste de Porto Príncipe, a capital do país.

Posteriormente foram sentidas três réplicas menores, de 5,9, 5,5 e 5,1 graus, de acordo com o Instituto Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês). EFE mp/fm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG