Tropas americanas matam no Iraque sueco suspeito de pertencer à Al-Qaeda

As tropas americanas mataram no início de outubro no Iraque um cidadão sueco suspeito de ligações com a rede Al-Qaeda, confirmaram há pouco os servicios de inteligência sueco.

AFP |

O ministério sueco das Relações Exteriores havia anunciado antes a morte de seu cidadão, sem precisar as circunstâncias em que se produziu o incidente.

"Ontem (terça-feira), nos inteiramos de que o exército americano no Iraque matou um homem de nacionalidade sueca", informou à AFP a porta-voz Gufran al Nadaf da chancelaria da Suécia, país que não mantém tropas no Iraque.

Não foi divulgada a identidade da vítima.

Um comunicado do Serviço de Inteligência Sueco Sapo, cita informações procedentes das autoridades americanas.

Desde 2006, o homem estava nas listas negras de supostos terroristas establecida pela ONU e pela União Européia (UE).

pau-gab/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG