Tropas americanas detêm dois supostos dirigentes rebeldes em Bagdá

Bagdá, 27 jul (EFE).- Tropas americanas detiveram hoje, em Bagdá, dois supostos líderes de organizações criminosas, além de outro de seus membros, informou o comando militar dos Estados Unidos em comunicado.

EFE |

Graças à informação dada pelos serviços de inteligência, os militares conseguiram deter um suposto líder criminoso que agia em Cidade de Sadr, no leste da capital iraquiana.

Segundo a nota, trata-se de um suposto agente iraniano, responsável por vários ataques contra as tropas iraquianas e americanas e que é acusado de contrabando de armas.

A detenção, sem incidentes, aconteceu no bairro de Rusafa, no leste de Bagdá.

Na mesma área, os militares detiveram outro suposto dirigente dos "grupos especiais" (expressão utilizada pelo comando militar para se referir aos rebeldes xiitas no Iraque, que recebem apoio da Guarda Revolucionária do Irã) que agia na região de Karj, oeste da capital, e um dos colaboradores dele.

Segundo informações de outros presos, o suposto líder era responsável por facilitar armamentos, dinheiro e apoio logístico a rebeldes. EFE am/fh/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG