Tropas dos Estados Unidos estão ajudando neste domingo equipes de resgate a levar alimentos para o norte das Filipinas, onde enchentes e deslizamentos mataram cerca de 600 pessoas após a passagem dos tufões Ketsana e Parma. Estradas e pontes foram danificadas pelas chuvas em áreas montanhosas, e a maior parte da ajuda está sendo entregue de helicóptero.

Cerca de 700 soldados americanos que estavam na região para exercícios militares foram enviados para ajudar.

Equipes de resgate encontraram apenas corpos no sábado, depois que dois tufões deixaram vilas inteiras soterradas por lama.

"Dezenas de pessoas continuam desaparecidas", disse porta-voz da agência que lida com desastres nas Filipinas, coronel Ernesto Torres. Segundo ele, as equipes estão usando pás e as próprias mãos nas buscas para evitar mais deslizamentos.

"A partir de agora, comida e outros materiais só podem ser entregues de helicóptero porque levaria de dois a cinco dias para limpar as estradas e pontes levadas pelas enchentes e deslizamentos", disse ele à agência de notícias Reuters.

Um porta-voz do Exército americano disse que quatro helicópteros estavam prestes a levar dez toneladas de alimentos para Baguio, um resort montanhoso no centro do país que foi virtualmente isolado pela passagem do tufão Parma, no final da semana.

Na província de Pangasinan, no norte, várias cidades estão submersas há três dias.

A polícia de Baguio disse que o número de mortos na cidade chegou a 275 neste domingo, com mais corpos sendo retirados dos escombros.

As tempestades afetaram mais de seis milhões de pessoas, com cerca de 300 mil ainda ocupando abrigos temporários.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.