Tropa paquistanesa ocupa cidade e mata 50 do Taliban

Por Javed Khan BUNER, Paquistão (Reuters) - Soldados paquistaneses ocuparam na quarta-feira a principal cidade do estratégico vale do Buner. Helicópteros deixaram a tropa atrás da linha de frente da guerrilha, e mais de 50 militantes morreram em dois dias de combates, segundo os militares.

Reuters |

O avanço deste mês do Taliban em uma região apenas 100 quilômetros a noroeste da capital despertou preocupação no país e no exterior.

"Asseguramos à nação que as Forças Armadas têm capacidade de rechaçar qualquer tipo de ameaça", disse o general Athar Abbas, porta-voz dos militares, numa entrevista coletiva em Rawalpindi, sede militar próxima à capital Islamabad.

A demonstração de força militar deve agradar aos presidentes dos EUA, Barack Obama, e do Afeganistão, Hamid Karzai, que participam nos dias 6 e 7 de junho de um encontro em Washington com o presidente do Paquistão, Asif Ali Zardari, para discutir a estratégia regional.

O Taliban manteve o controle sobre os acessos ao vale, mas os militantes agora correm o risco de serem apanhados porque há militares à frente e atrás deles.

Os militares estimam que haja cerca de 500 militantes no vale do Buner, que fica na Província da Fronteira Noroeste, cerca de 140 quilômetros a sudeste da fronteira afegã, e dizem que levará uma semana para desalojá-los.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG