Troca de tiros em campo de refugiados no Líbano deixa 2 feridos

Beirute, 22 out (Efe) - Um tiroteio em um campo de refugiados de Ain al-Hilweh, o maior do Líbano e situado nos arredores da cidade de Sidon, no sul do país, deixou pelo menos dois civis palestinos feridos hoje, informaram à Agência Efe fontes palestinas.

EFE |

O incidente foi registrado no bairro de At-Ta'mim e aconteceu após uma tentativa de assassinato frustrada de um membro do grupo radical sunita Jund al-Sham, que escapou ileso do ataque.

Segundo as fontes, pouco depois teve início uma troca de tiros entre habitantes do campo e militantes do Jund al-Sham, que terminou quando os responsáveis palestinos do local foram fazer a mediação entre as partes, acrescentaram as fontes.

Freqüentemente ocorrem incidentes entre os membros do grupo e integrantes da facção palestina Fatah, principal integrante da Organização para a Libertação da Palestina (OLP), nos campos de refugiados palestinos no Líbano.

A segurança no interior dos campos de refugiados palestinos está nas mãos de comitês populares, enquanto o Exército libanês só controla as entradas e saídas dos mesmos. EFE ks/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG