Troca de combustível nuclear não foi descartada, diz Ahmadinejad

TEERÃ (Reuters) - O presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, disse nesta terça-feira que ainda estão em curso negociações sobre uma proposta de troca de combustível nuclear, e que essa possibilidade ainda não foi descartada. Há algumas negociações em curso sobre uma troca de combustível nuclear, disse ele em coletiva de imprensa transmitida pela televisão, sem dar mais detalhes. A proposta ainda não foi descartada. Já anunciamos que estamos dispostos a aceitar uma troca de combustível dentro de um quadro justo.

Reuters |

Ahmadinejad acrescentou: "Ainda estamos dispostos a fazer uma troca, até mesmo com os Estados Unidos."

A ordem dada pelo presidente iraniano na semana passada de iniciar a produção de urânio de grau mais alto de pureza, em vez de concordar com a proposta de troca de combustível nuclear mediada pela Organização das Nações Unidas (ONU), expõe Teerã a novos chamados de potências ocidentais por sanções.

"Não tínhamos nenhum plano de produzi-lo internamente, porque era uma quantidade pequena de combustível e não seria econômico", disse Ahmadinejad.

"Mas constatamos que não há boa vontade nessa questão, e dissemos a eles que se não nos fornecerem (o combustível) dentro do prazo desejado, iniciaremos o trabalho dentro do Irã."

"E, mesmo agora, se eles nos fornecerem o combustível necessário, as condições serão mudadas", disse Ahmadinejad.

(Reportagem de Parisa Hafezi e Reza Derakhshi)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG